Arch Linux – Instalação e Pós-Instalação do Início ao Fim – Nova Mídia

Olá pessoal.
Não é de hoje que recebemos, lemos, escrevemos algumas reclamações tanto nas atualizações quebradas e agora com o novo processo de instalação do Arch Linux.
Quando eu li e vi o novo método, que jogou ainda mais a responsabilidade para o usuário, também pensei que iria dificultar mais ainda a vida dos novos usuários, e até alguns intermediários. Levando em conta ainda, que o ser humano não gosta de sair da sua “zona de conforto” e coloca muitas barreiras para mudanças, já imaginava que iriamos ter revoltas.
Minha opinião (já iniciando assim), creio que a nossa documentação (Inglês) não deixa a desejar, confesso que pecamos na demora da tradução para o nosso idioma, visto o alto número de entusiastas que deseja o prato feito e a falta de colaboração.
Apenas hoje fiz a instalação do zero do Arch via nova mídia, e não achei esse bicho que sete cabeças que tantos falam. Existe algumas modificações que, seguindo a documentação conseguimos instalar o sistema sem nenhum erro/raiva. A minha instalação foi feita no Netbook HP Mini 110-3150BR, meu utilitário e cobaia. Ainda irei fazer o mesmo no Notebook.

Após download, queimar a imagem (no meu caso passei para o pendrive) e dar o boot:

Configuração do Teclado

loadkeys br-abnt2

Configurando a Rede – Internet

No meu caso respondeu, então tudo ok! Próxima etapa

ping -c 3 www.google.com

Caso, tenha que configurar um ip estático, verifique o dispositivo

ifconfig -a

(Ex: enp0s1, systemd agora renomeia o nome das placas, caso não queira renomear ln -s /dev/null /etc/udev/rules.d/80-net-name-slot.rules)

ip link set enp0s1 up

ip addr add IP/MÁSCARA dev enpos1

Gateway – IP Fixo 

ip route add default via IP_GATEWAY

Configurando a Rede – DNS

nano /etc/resov.conf
search google.com.br
nameserver 8.8.8.8
nameserver 8.8.4.4

Particionando e preparando o disco

Particione de acordo a sua preferência. No meu caso vou utilizar:

cfdisk /dev/sda
raiz: /                            /dev/sda7
home: /home            /dev/sda8
swap:   swap               /dev/sda9

Formatar a partição raiz /

mkfs.ext4 /dev/sda7

Formatar a partição /home

mkfs.ext4 /dev/sda8

Preparando a partição swap

mkswap /dev/sda9 && swapon /dev/sda9

Montar a partição raiz em /mnt

mount /dev/sda7 /mnt

Montar a partição home

mkdir /mnt/home && mount /dev/sda8

Instalando o Sistema

pacstrap /mnt base base-devel

Criando o fstab: genfstab -U -p /mnt >> /mnt/etc/fstab

Pós-instalação – Sistema Chroot

A partir de agora iremos alterar o sistema instalado anteriormente:

arch-chroot /mnt

Configurar nome da máquina – hostname

echo nome_da_maquina > /etc/hostname

Configuração do Teclado

Antes estávamos no Live-CD, agora é permanente, no sistema instalado.

loadkeys br-abnt2

Configuração do idioma

nano /etc/locale.gen

Remova a # da frente das seguintes linhas:

pt_BR.UTF-8 UTF-8
pt_BR ISO-8859-1

Depois execute:

locale-gen

E defina o idioma padrão ao mesmo tempo criando o arquivo locale.conf

echo LANG=pt_BR.UTF-8 > /etc/locale.conf
export LANG=pt_BR.UTF-8

Configuração da Zona Região/Hora

ln -s /usr/share/zoneinfo/America/Sao_Paulo /etc/localtime

Configuração do Relógio em UTC

hwclock –systohc –utc

Caso prefira o Relógio localtime:

hwclock –systohc –localtime

Configuração Data/Relógio

hwclock –set –date=”YYYY-MM-DD hh:mm:ss”

Configuração de Rede no Sistema Instalado

O Arch Linux, também não utiliza mais o arquivo rc.conf para centralizar toda a configuração como antigamente. (Terei que atualizar minhas palestras, essa era uma vantagem tremenda em relação as outras distro, centralização da configuração de rede, hostname e serviço em um só local e um só arquivo) :/

Como a minha rede é cabeada e utilizo DHCP, habilitando o serviço:

systemctl enable dhcpcd@enp0s1.service

Durante o processo de instalação não configurei a rede Wireless somente após… instalei o WICD:

sudo pacman -S wicd

Configuração do Boot

Quase, estamos quase finalizando. Antes de instalar o bootloader, preparamos o ambiente de randisk inicial:

mkinitcpio -p linux

Instalamos o bootloader, Grub2 no meu caso:

pacman -S grub-install
grub-install /dev/sda

E antes de gerar o grub.cfg, instalamos o pacote os-prober para detectar outros sistemas instalados além do Linux:

pacman -S os-prober

Por fim, executamos o comando abaixo:

grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

Alteramos a senha do root:

passwd

E finalizando, saindo do chroot:

exit

Desmontando os discos:

umount /mnt/{home,}

Reiniciando a máquina

reboot

Pós-instalação – Pacotes e configurações

Após o primeiro boot, verifique novamente a rede como apresentado anteriormente e vamos comer pacotes com o pacman 😉

Usuário

useradd -m -G audio,dbus,lp,network,optical,power,storage,users,video,wheel -s /bin/bash <nome-de-usuário>

passwd <nome-de-usuário>

Sudo

pacman -S sudo

visudo

Descomente a linha abaixo (remover o # do inicio)

seu_usuariol ALL=(ALL) ALL

Instalar Vídeo – Intel no meu caso

pacman -S xf86-video-intel

Instalando Gnome

pacman -S gdm gnome gnome-extra gnome-tweak-tool gnome-utils

Codecs

pacman -S gstreamer0.10 gstreamer0.10-plugins gstreamer0.10-base gstreamer0.10-good gstreamer0.10-python gstreamer0.10-ugly ffmpeg libdvdcs

Touchpad

pacman -S xf86-input-synaptics

Office

pacman -S libreoffice libreoffice-pt-BR

Utilitários – da sua preferência

pacman -S tar gzip bzip2 unzip unrar p7zip gparted filezilla xchat pidgin terminator vim geany vlc putty remmina skype firefox chromium flashplugin vlc openjdk7

Os pacotes e configurações é de acordo a necessidade de cada um. Coloquei somente alguns que seja uma base para uma estação de trabalho qualquer.

Cheguei a conclusão que a primeira instalação após essas mudanças pode causar um pequeno susto, mas depois de ler a documentação oficial não chega a ser assim assustadora. 

Mudança sempre virão, modernizar e contestar de forma construtiva é sempre um passo a evolução. Temos que nos adaptar e para isso existem comunidades que estão se ajudando,  me ajudando, ajudando você, à ele, nós todos.
Por isso chegamos ao nível que estamos hoje. Confesso, que para um usuário inexperiente possa ser trabalhoso instalar o Arch Linux atualmente, mas também será de muito estudo e aprendizado.

Não esqueçam de passar por aqui:

Arch Linux – Guia do Iniciante – Português

AFK

19 Comentários

  1. […] Read more here: Arch Linux – Instalação e Pós-Instalação do Início ao Fim – Nova … […]

  2. […] See the original post here: Arch Linux – Instalação e Pós-Instalação do Início ao Fim – Nova … […]

  3. giofilth disse:

    Meus parabéns pelo artigo meu caro!

    Só uma pergunta, sobre o particionamento…

    Você já tinha as partições criadas?

    E uma susgestão…

    Para o Gnome ou KDE subirem automaticamente é necessário iniciar o serviço com o comando:

    #systemctl enable gdm.service
    ou
    #systemctl enable kdm.service

    Abraço!

    • Obrigado Gio.
      Sim, eu já tinha as partições da antiga instalação, então não modifiquei.
      É verdade, me esqueci desse detalhe. Me permita adicionar isso, coloquei para rede e esqueci do ambiente gráfico.

      Obrigado.

      Abraço.

  4. […] pequeno artigo teve como base o tutorial do amigo Clécio e a página do Fórum Arch […]

  5. giofilth disse:

    Clécio,
    Me bateu uma dúvida!
    A instalação do Xorg ainda é necessária?

  6. Ivan Carlos disse:

    Clécio, e como eu faria para instalá-lo em dual boot com o Windows 7, que já está instalado.
    Tenho uma partição pro Windows, outra pro meus dados e uma partição de 32GB que vou deixar o Arch Linux. Há algum comando especial para aparecer a opção de que sistema escolher na hora do boot, ou eu sigo só o que você escreveu e vai dar no mesmo?

  7. Obrigado pelo tutorial! Estou usando o netrunner agora, mas tenho vontade de instalar o arch, como eu faço pra instalar o kde ao invés do gnome? Obrigado

  8. PUTA QUE PARIU, NÃO TIVE PACIÊNCIA DE NEM LER ATÉ O FINAL.IMAGINE CONFIGURAR ISSO. TÁ DOIDO PORRA. PREFIRO O PCLINUXOS BR!!!

  9. Marlucio disse:

    Meu arch está com o firefox em ingles, ja fiz de tudo mas não consigo traduzi-lo para nosso portugues. Voce teria uma solução para resolver?

  10. Dei uma breve pesquisada e não achei que mantem o projeto arch, empresa, instituição de ensino, quem mantem o projeto? só tem o nome de um cara que é o mesmo nome de um personagem de game microsoft, é um gamer, rs… mas bacana seu tuto vou testar.

  11. Marcelo SFLS disse:

    Bom dia Professor.
    Por favor.
    Pergunto como configurar a conectividade da internet, no MODEM ADSL 1LAN da VIVO INTERNET FIXA.
    A conexão é cabeada, mas deve-se identificar com nome do usuário e senha.
    Muito obrigado!

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: