Pessoa chata, zumbi simpático

Num mundo cheio de pessoas querendo ser o que não é, de falsidades, cópias, devemos manter nossa essência e integridade. Lógico que cada pessoa possui os próprios valores, as próprias verdades, alguns valorizam o que outros desvalorizam. É a vida, porém existe aquele que valoriza tudo o que na verdade não valoriza nada.

Aquel(x) que não representa nada, cairá por nada. – Clécio Oliveira

Baseado na frase do filósofo Aristóteles que disse em tradução livre: Ter muitos amigos é não ter nenhum. Que por sua vez, possa ter influenciado outro filósofo chamado Louis Bourdaloue, que disse posteriormente algo parecido: “O amigo de todos não é amigo de ninguém”.

Mesmo com algumas divergências sabemos que não é possível ser um amigo verdadeiro para todos e devemos ser cautelosos com alguém que tenta agir assim. Afinal, como se pode confiar em alguém que é amigo do seu inimigo ou  desafeto? A questão não é sobre qualidade versus quantidade e nem em quem ou quantos você deve confiar. É apenas sobre comportamento de pessoas que tentam agradar a todos, pessoa sem sal, sem opinião, política.

Às vezes, a amizade exige uma escolha de lado em um conflito, a defesa de duras verdades, a manutenção de algum segredo, a presença em tempos difíceis, a vontade de desejar o bem para alguém mesmo que não a tenhamos, a promessa de lealdade ou alguma outra ação difícil. Você não pode fazer tudo isso para o mundo todo. Isso porque,  você se desgastará e esgotará, e o mais importante, você não pode suportar dois lados opostos.

E porque fazer tal escolha? Por sua própria essência, de suas verdades já ditas acima, gostos, modo e jeito natural de ser e de viver. Quando se age politicamente sendo “bonzinho e amiguinho das pessoas” você é notado e nitidamente é visto como falso, aliado as ações de anular-se, torna-se um fantoche, um zumbi refém de outras pessoas.

É possível ser “amigável” com a maioria das pessoas em geral. Significa simplesmente tratar bem as pessoas, cumprimentá-las com um sorriso e estar aberto ao que elas querem dizer, ser educado. Isso é muito diferente da amizade. A verdadeira amizade requer uma escolha e um comprometimento. Muitas vezes, requer a escolha de uma pessoa em detrimento de outra.

Se alguém age como se fosse seu amigo íntimo, mas também age dessa maneira com alguém cujos interesses são contrários ao seu, isso é um enorme alerta. Não pense que você pode contar com essa pessoa e pense com cuidado antes de decidir confiar nela. Tal pessoa provavelmente não entende a verdadeira amizade ou está sendo intencionalmente duas caras.

A lealdade é uma grande parte da amizade e levando em consideração a bíblia que muitos dizem seguir, ela nos diz, não se pode servir a dois senhores (Matheus 6:24). As pessoas que agem de tal forma é mais ou menos como aquele que acende uma vela a Deus e uma outra vela ao Diabo.

Pegue sua máscara, pessoa chata e/ou zumbi simpático.

Faça a sua escolha ou não.

AFK

DeaDBeeF – O melhor reprodutor de música para Linux

Há algum tempo estou em busca de um player como o Foobar (meu player favorito, porém disponível apenas para windows) que possui algumas características essenciais para de uso. Dentre elas posso citar: totalmente personalizável, estrutura por pastas e leve. Encontrei, testei e gostei do DeaDBeeF.

O DeaDBeeF é uma player leve como dito anteriormente leve, usa pouca memória ram, é escrito em Ce C++ totalmente customizável pois seu design é totalmente personalizável, possui vários plugins com recursos  extras, suporta uma gama enorme de formatos sem contar que é multiplataformas, possui versão também para Android.

Recursos do DeaDBeeF (longe de ter todos os recursos)

  • mp3, ogg vorbis, flac, macaco, wv / iso.wv, wav, m4a / mp3 (aac e alac), mpc, tta, cd áudio, e muitos mais
  • nsf, ay, vtx, vgm / vgz, spc e muitos outros formatos populares de chiptune
  • Tags unicode totalmente suportadas (tanto utf8 quanto ucs2)
  • Suporte à cuesheet (arquivos .cue), incluindo detecção / conversão de charset
  • Tela limpa e rápida usando GTK2 e GTK3, você escolhe o que mais gosta!
  • Nenhuma dependências do GNOME ou do KDE
  • Minimização para a bandeja do sistema, com controle de volume de rolagem, etc
  • Arrastar e soltar, tanto na playlist quanto em outros aplicativos
  • Controle a reprodução a partir da linha de comando
  • Para maiores informações sobre o recursos: http://deadbeef.sourceforge.net/about.html

Instalação

  • Arch Linux e derivados

sudo pacman -S deadbeef

  • Debian e derivados

#Instale Repositório PPA: sudo add-apt-repositorio ppa: starws-box / deadbeef-player

#Atualize o sistema: sudo apt-get update

#Instale o pacote do player: sudo apt-get install deadbeef

Depois de instalado personalize a sua maneira e use o melhor player para Linux para as minhas necessidades.

AFK

Reviravoltas da vida

Hoje peço licença aos leitores do tema tecnologia para escrever algumas palavras. Até pelo local inspirador que me encontro, não é todo dia que acordo em um local maravilhoso assim.

Hotel da Pipa – Rio Grande do Norte

Algumas pessoas “amigas” me questionou sobre alguns acontecimentos que tem ocorrido na minha vida, principalmente algumas “guinadas” que vivenciei. Não que eu deva satisfação a alguém, mas creio devido o local dessa viagem, o retorno a Rio Grande do Norte, essa beleza de lugar, esse paraíso fez “me questionar”: E hoje, como estou? Baseado em meu planejamento que sempre faço a cada seis meses (sou bastante exigente com isso), mesmo com algumas frustrações quando algo dar errado ou quando ocorre algumas coisas bizarras e absurdas, nenhum desses acontecimentos me impediu e interrompeu minhas buscas, por sonhos, objetivos e por porque não, respostas sobre o dilema da vida.

Vida essa que se encontra normal, estável, feliz, alegre e sorridente. Talvez por causa desse semblante que tenho hoje, que escutei alguns questionamentos, como:

  • Você está com um brilho diferente no olhar, aconteceu algo?
  • Você tem algo diferente, emana paz, nos trás sossego, sempre sorrindo, brincando, como consegue ser tão contagiante?
  • Sua presença me faz bem. Será porquê?
  • É tão bom/fácil conversar contigo. Você fez coaching?

    É tão bom escutar isso, não como elogio mas sim por saber que transcede o olhar. Curiosamente, tem um tempinho que não escuto que sou chato apesar de ser :). As vezes escutamos também algum comentário maldoso, mas filtramos apenas o que tempera a nossa alma e o que chega para envenenar descartamos.

    Como qualquer pessoa que vive neste planeta, sou com todos, com defeitos e virtudes, problemas e soluções, feito de átomos e células, de carne e osso, teimoso, chato (adoro) persistente, enjoado (amo) e às vezes frágil. Porém, nunca deixei de tentar seguir em frente, de defender meus ideais, meus pontos de vista, minha maneira de pensar, de aprender, de dialogar e jamais desisti dos meus sonhos e desejos. 

    Não sou de chorar e ficar num canto se lamentando, afinal tudo com o tempo passa. Aprendi que na vida tudo acaba em sorrisos e alegrias. As escolhas são sempre nossas! Assim, como as consequências que somos fadados a carregar.

    Gratidão é o que tenho todo santo dia, é o que prego para o meu eu interior, baseado em tudo que já se passou. Não temos culpa de nascer na família que temos, quando me refiro a culpa não é de forma ruim, pelo contrário sou muito grato pela família que tenho, a melhor família é sempre a nossa rsrsrs, apenas me refiro que não temos escolha, não escolhemos o tempo, dia, hora e muito menos quem será nossos pais, irmãos e parentes. Temos apenas as escolhas que a cada dia que passa irá direcionar o nosso futuro. E por isso sempre tomei as rédeas da minha vida, nunca fui de me vitimizar.

    Não é porque alguém teve uma oportunidade ou mais que temos que desistir de tentar. Não é por questão de roupa, raça, calçado, cor que você irá se sentir superior e/ou inferior, não é questão de beleza, marca/etiqueta e bens que você não vai se sentir orgulhoso de si. Sim é difícil, mas não podemos desistir. No fim, todos sabemos como acaba e não é preciso dizer mais um clichê: “na vida nada se leva e quando se vai, deixamos tudo para os outros.” Porém, alguns percebem isso tarde, um pouco tarde e até tarde demais.

    2017, iniciou  um novo ciclo na minha vida. E não estou me referindo a mudança de vida, a conquistas materiais, pessoais, a novos relacionamentos, mas sim a um outro nível de amadurecimento, mais um degrau de maturidade. Como eu disse, faço planejamento a cada seis meses e alguns acontecimentos me surpreendeu com várias situações que eu mesmo não esperava que fossem possíveis, mas que aconteceram. Lembrando que a “resenha” never ends. 😀 Sorriso sempre!

    Devemos aprender com as situações, fatos, assim como as pessoas. Acredito que sem ter passado determinadas situações, mesmo com empatia, não podemos chegar a profundeza da alma humana que atualmente é tão rasa. Através dessas situações, fatos e pessoas que passam por nossas vidas e o que trazem consigo, podemos alcançar uma plenitude de maturidade emocional e espiritual. Consequentemente, compreender ou melhor, ter uma facilidade de entendimento das razões que movem as relações entre os seres humanos.

    Tenho uma imensa gratidão por todas as pessoas e situações que passaram em minha vida. Problemas foram sanados, poucas pessoas que mantenho distância sem nenhuma mágoa, mas com lições aprendidas, e outras tantas pessoas que sou tão feliz por manter lindos e maravilhosos laços de amizade e carinho.

    Deitado onde estou, escrevendo tais palavras irei até arriscar um poema (poeminha) autobiográfico para parafrasear e concluir:

    Meu EU, em terceira pessoa

    Um menino, frágil sim, sentimental muito mais,
    Solitário, porém forte demais.
    Em busca de sonhos, através dos seus ideais,
    sabe que em toda escolha, tem bônus e ônus reais.

    Saindo do Estado natal, nem a capital ele conheceu
    Em um Estado vizinho, foi quando aconteceu.
    Foi atrás do sonho de ser jogador e viajar pelo país,
    O sonho foi interrompido, mas não o tornou infeliz.

    Sua paixão pela tecnologia o levaria aonde ele queria
    Leste, Oeste, Norte e Sul, o Brasil ele conheceria.
    De calor ao frio, mata e litoral,
    Pelotas, Amazonas e Jurerê, até país Internacional.

    De todas as viagens, uma foi especial,
    Rever familiares em sua terra natal.
    Muitos bate-voltas, que virou rotina,
    Com ou sem curtição, viagens o fascina.

    Sentimentalista, vive em prol do amor,
    Sorriu, chorou assim conheceu a dor.
    Insistente, do amor nunca desistiu,
    É mais ou menos assim, que ele insistiu.

    Atualmente, ele vive um passo de cada vez,
    com DEUS, família e alguns amigos talvez.
    Seguindo adiante, dançando como sempre quis,
    Nordestino, baiano, o forró está no sangue é o que sempre diz.

    Coisas novas, em evolução sempre aprendendo,
    Ritmos e cursos novos, assim ele vai crescendo.
    Pessoalmente e profissionalmente,
    Uma linha tênue ele vai escrevendo.

    Trabalho e diversão,
    Guiado pelo seu coração.
    Entre o amor e a liberdade,
    nunca escondeu sua paixão.

    Simples, chato e enjoado
    Sincero, franco e abençoado.
    Ranzinza, impaciente e meticuloso.
    Odeia, repugna alguém mentiroso.

    Todos tem o direito de voar, ele acredita, mas não é o seu lema,
    vou citar seu lema, espero que entenda.
    Respeito, amor e cumplicidade,
    Companheirismo e  reciprocidade.

    E para finalizar, sendo brega e romântico,
    Ele está feliz a seu modo sendo autêntico.
    Cafuné, sorrisos, carinhos, ele gosta de verdade,
    No final, todos buscamos o que ele conseguiu: o estado de felicidade!

    Bem, pessoal é isso. Agora arrumar as malas retornar para o estado onde atualmente moro, até breve! Que esse estado durável de espirito possa se espalhar por todo o nosso ser e se estender por muito tempo e caso ela se esvair, que seja por pouquíssimo tempo.

    Apesar de não gostar de publicar fotos minhas, deixo algumas fotos dos locais que visitei dessa vez a trabalho, mas deu para aproveitar um pouco, nesse maravilhoso estado, Rio Grande do Norte passando por Natal, praias de Pipa (Praia do Amor, Cacimbinha, Praia do Madeiro, Tibau do Sul). Possui alguns videos de Natal (dunas, guiando bugre, golfinhos em Tibau) devido a internet e tamanho do vídeo não irei postar por enquanto. Recomendo demais tais locais.

    AFK

    Backlog – Retrospectiva 2016

    É sempre positivo olhar para trás, pois nos ajuda a entender o que deu certo o que de alguma forma ou de forma direta deu errado em nossas vidas. Por isso que gosto de fazer um planejamento, parar, refletir e fazer um backlog (na minha área de atuação, um breve histórico) a cada seis meses.
    Ohhhhh 2016, viu! Um ano horrível para alguns, cheios de complicações, política, corrupção, aumento dos preços de vários itens e por aí vai. Só leio/escuto as pessoas dizem: Que acabe logo esse ano.
    Lógico que não tem como nem dizer que não ocorreu coisas ruins em 2016, isso falando de modo geral. Mas, se eu falasse que 2016 foi bom, poderei me sentir mal. Afinal, se as pessoas ao meu redor não estiverem bem, como posso está né?! Sei que isso não é recíproco, porém, consigo ser um nível além. Não é prepotência, me chamem de sentimentalista em evolução. 😀
    6 meses que as coisas começaram a se encaixar, de oportunidade, de chances, de trabalho, de objetivos. 6 meses de reconstrução pessoal, de ficar longe de pessoas ruins (sim, inacreditável, mas existem pessoas podres e se figem ser boas, acreditam nisso, ou no que dizem em redes sociais), aprendi muito e constatei muitas outras coisas também, aliás, constatei muitas coisas no campo pessoal/sentimental/social e aprendi muito no campo profissional. Metas alcançadas projetadas a cerca de 3 a 4 anos atrás. Nada melhor do que você ter o seu lugarzinho, não importa onde desde que seja seu e poder deixar entrar quem realmente é importante para você e quem tem caráter. Cursos novos, outra área, outra língua, retorno a Universidade Federal e por aí vai. O fato é que coisas boas chegaram como também coisas e pessoas ruins saíram. Aprendi e constatei muitas coisas sobre alguns seres humanos, e fiquei abismado.

    • Este ano foi onde constatei que mesmo acertando de forma errada, continuo simples, franco, sincero, sempre recíproco, companheiro, cheio de cumplicidade e respeito. Um HOMEM, e apenas um HOMEM sem prepotência, que sabe o seu valor. Quem me conhece sabe que não me troco por nenhuma miniatura de homem existente por aí.
    • Este foi o ano em que constatei o podridão do ser humano e a falsidade em redes sociais de pessoas que não tem caráter assim como os leva e trás. Afinal, caráter não se muda! Fingir, pode até fingir, mentir pode até mentir, mas a máscara caí e no final sempre mostra como a pessoa é de verdade. Algo de DEUS que retirou da minha vida. Imagino se fosse 3 ou 6 meses depois. Isso foi livramento, e sempre serei grato por isso. Que retorne ao mundo de onde veio. Olha o sorriso no rosto do negão 😀
    • Este foi o ano que também vi que o podridão do ser humano depende de família, se a família for bem constituída ajuda, porém não resolve. Cada ser humano faz suas escolhas, causa e consequência por tais escolhas. Se o ser humano planta o bem colhe o bem, se plantar coisas ruins, como falsidade e mentiras, vai colher também falsidade e mentiras, mesmo que no circulo familiar reina por um lado valores e por outros hipocrisia e falsidades.
    • Este foi o ano em que entrei no maravilhoso mundo dos surdos, da sua cultura, da sua língua, das suas lutas e valores. Estou fascinado.
    • Este foi o ano em que aprendi que posso perdoar pessoas, dar oportunidades, viver tranquilo, mas sempre lembrar do aprendizado, afinal perdoar não é esquecer, mas sim lembrar sem sentir qualquer coisa ruim. Evolução contínua.
    • Este foi o ano em que constatei enquanto muitas gente vive na onda da sociedade de ostentação, viagens, barzinho, shows, baladas, se você seguir focado em seus objetivos você consegue realizar seus projetos, inclusive objetivos grandiosos materiais e pessoais, foi isso que ocorreu comigo. E viagens, barzinho, shows, baladas duram apenas um momento, e não troco um momento por uma vida.
    • Este foi o ano que constatei mais do que nunca que o conhecimento em Segurança da Informação, que temos muitas pessoas gostariam de ter, porém, se soubessem só iriam usufruir para o mal. Tive conhecimento de casais que vivem em desconfiança um do outro, porém, não admitem um tocar no celular do outro. Será que não estão confundindo respeito de uma relação com privacidade/traição? Dúvida diária de determinadas pessoas, porém, em redes sociais a maior felicidade do mundo. :/
    • Este foi o ano em que vi que sou querido por tantas pessoas que REALMENTE são fieis a a amizade. Digo isso devido o próximo item. Vi que pessoas que atualmente andam juntas e se dizem amigas, falam mal tanto um do outro, deseja mal, dizem barbaridade sobre o caráter um do outro e depois se dizem amigos e confidentes. Emocionado e muito feliz fiquei em saber que realmente tenho amizades e que pessoas querem e desejam o meu bem e não é por interesse. #emocionado #grato
    • Este foi o ano em que vi que amizades sinceras tem definições de valores distintos do que realmente é uma amizade sincera. Se tiver algum interesse envolvido são maiores amigos mesmo um falando mal do outro, isso vale para familiares. Sim, isso é ridículo.
    • Este foi o ano em que constatei que as pessoas se sentem bem denegrindo os outros, falando mal, mentindo e ainda se fazem de bom seguidores de DEUS e tais preceitos religiosos, um verdadeiro puritanos. Isso tudo para manter uma falsa vida e conduta entre as pessoas do seu convívio, lar, família e falsos colegas.
    • Este foi o ano em que constatei que é muito agradável  conversar sobre coisas simples com pessoas simples. #amo
    • Este foi o ano que constatei que quem liga para aparência são apenas quem não tem valores e caráter. Isso é apenas seu, sua autoestima e também para quem liga apenas para aparência como troféu. Vi que algumas pessoas escondem atrás de maquiagem para se manter feliz, já que o seus atos/ações não condiz com uma pessoa de caráter. Porém, felizmente é algo natural, não tem como brigar contra o poder da natureza, o poder de DEUS, eu quero é viver e envelhecer mesmo, dignamente.
    • Este foi o ano em que colegas e amigos estranharam minhas redes sociais, mudança drásticas ao ver fotos, momentos, festas e demais imagens postados, porém, não postadas por mim. Livramento, graças a DEUS, pois eu não vivo de aparências.
    • Este foi o ano em que constatei que as pessoas acham que podem fazer tudo com os outros, porém, se você for recíproco e tratar da mesma forma na mesma medida e pior do que elas nos tratam desde que mereçam, elas não aceitam. Te crucificam e desejam tornar você o errado, baseado na visão delas para manter a aparência. Livramento! Grato DEUS!
    • Este foi o ano em que constatei que possuo muito valor como ser humano devido minhas ações e atitudes sempre em evolução. Já disse isso né! Sim, eu sei. Mesmo depois de tantas pedras jogadas em minha pessoa, continuo aqui com o mesmo caráter que sempre tive. Livramento de DEUS!
    • Este foi o ano em que constatei que continuo mais romântico, mais sentimentalista, porém não bobo. Quanto mais eu tenho mais eu dou, porém, senão recebo, ouço que mudei. kkkkkkkk :/ Desejam receber, porém não estão dispostos a pagar o preço.
    • Este foi o ano em que constatei que realmente sou resiliente e aberto a conversa e totalmente intolerante a baixaria.
    • Este foi o ano que constatei que me amo mais a cada dia, mais do que seis meses atrás e que consigo fazer qualquer pessoa feliz desde que me dê a oportunidade e me dê respeito desde o início.
    • Este foi o ano em que escrevi muitas palavras sinceras, escrevi poemas, versos sempre verdadeiros e vi que realmente tais palavras tem valores apenas para quem escreve. Me lembro do primeiro até hoje… escrito em papel com o nome: Senão for para ficar, não deixe eu entrar. Errei tentando acertar, o contrário do primeiro item, que acertei de forma errada! Livramento, mais uma vez!
    • Este foi o ano em que vi que preciso retornar a escrever mais e dessa vez expor aqui no blog o que escrevo, sinto, mostro, penso, aprendo e compartilho.
    • Este foi novamente o ano em que constatei que o que todos fazem, mostram, ostentam para inflar seu ego em redes sociais eu faço exatamente tudo que fizeram, porém, não publico, ou seja, meu ego continua, zero. Grato por isso DEUS!
    • Este foi o ano que constatei que tive muitos livramentos em minha vida. Livramentos de vida, livramentos pessoais, livramentos financeiros. Reconheço tudo e por isso sou grato e agradeço muito a DEUS!

    Como eu disse acima, foi o ano que chegou muitas coisas/pessoas boas e um ano que também saiu coisas/pessoas ruins. Aprendizados, maturidade e muito jogo de cintura. Falei um pouco sobre relações de sociedade amigo/colega, família, caráter e não toquei tanto em projetos pessoais realizados, afinal porque falar de seus objetivos materiais, já que o interesse é sempre compartilhar emoções e sentimentos. Detalhe, nas horas vagas estou trabalhando em algo muito interessante. Quem sabe se você for de Goiânia não me chame e façamos uma corrida 😛

    Que o ano que vem consiga sim ser tão bom, feliz e até melhor que 2016. Sempre lembrando um passinho de cada vez, não apenas no ano seguinte, mas em minha vida geral. Muita gratidão pelos livramentos. Meu mantra: Paz de espírito sempre, amor, sinceridade, reciprocidade, respeito, companheirismo e cumplicidade. Que DEUS possa realizar nossos sonhos, abrindo nossos cominhos, direcionando nossos passos ao sucesso, a felicidade e verdade.

    Feliz Ano Novo! Um Feliz 2017! Boas festas! 🙂 😀 😆 😉

    AFK

     

    %d blogueiros gostam disto: