Category Archives: Softwares

Nvidia legacy no Debian 11

Como sabem o Debian 11 foi lançado no ano passado, no mês de agosto. Desde então, estava protelando para atualizar, visto que a placa de vídeo do meu notebook não seria mais suportado pelo Bullseye, a nova versão do Debian.

De antemão, gostaria de deixar claro que a falta de suporte ao pacote da Nvidia não é culpa dos desenvolvedores do Debian GNU/Linux.

O motivo da falta de suporte foi devido as falhas informado pela equipe de segurança do Debian. Acredito, que também, a evolução da tecnologia, hardware entre outros, as placas Nvidia que precisam do pacote nvidia-legacy-340xx-driver perderam o suporte na última versão do Debian. Porém, o suporte aos drivers free Nouveau e Mesa continuam, pelo menos com o suporte, mas no meu caso não funcionou perfeitamente com a antiga placa de vídeo Nvidia que possuo no notebook, uma Nvidia 9300M GS.

No último final de semana, foi que eu decidi atualizar o meu Debian 10 para a última versão lançada. O meu Buster (nome do Debian 10) estava redondo, funcionando perfeitamente, da forma que eu configurei e personalizei. Porém, em busca das melhorias de softwares eu quis atualizar para o Bullseye. Como sempre a atualização é super amigável, basta apenas alterar a source.list com o nome da nova versão do Debian, executar os comandos> sudo apt updade && sudo apt upgrade.

Já tinha lido relatos na internet sobre o sucesso da instalação do pacote nvidia-legacy-340xx-driver no Debian 11. Só não me atentei para qual versão do Debian que estavam descrito, no caso o SID – versão instável do Debian utilizada para o desenvolvimento do mesmo. Para saber mais: https://www.debian.org/releases/index.pt.html

Sempre utilizei a versão estável do Debian. Sempre me atendeu em todos os aspectos pessoal, profissional. Mas, para contornar esse problema, tive que atualizar para a versão instável. Versão, que por sua vez é utilizada por muitas distribuições estáveis, que possui a características de terem softwares mais recentes.

Mesmo não sendo recomendado pela equipe do Debian, instalei o pacote nvidia-legacy-340xx-driver para a minha Nvidia que está funcionando perfeitamente. Abri mão de um maior controle e segurança pois infelizmente os drivers free Nouveau e Mesa não me atende. Ocorreu muito travamento, congelamento no qual é necessário força o desligamento da máquina, desempenho, entre outros. Vi em algumas postagens de usuários pela internet que também ocorreram com o mesmo ambiente gráfico que utilizo, o XFCE. Não testei com outros, então, já parti para a atualização da minha source.list e instalação maravilhosa do pacote proprietário dos drivers Nvidia da minha placa de Vídeo. Hoje, “rodando redondinho”. 😛

Portanto, caso tenha algum hardware do seu equipamento que não tenha mais suporte e seja possível instalar, “rodar” tranquilamente com a versão instável do Debian, eu recomendo utilizar tal versão sem dor de cabeça. Ou então, adquira um hardware melhor, o que não tem necessidade no meu caso já que esse notebook é utilizado apenas em casos específicos de lazer e pequenos trabalhos.
Existe também a possibilidade de não atualizar e ficar com o Debian 10, versão anterior que enquanto as atualizações de segurança estejam sendo fornecidas pela equipe oficial continua recebendo suporte. Após esse período, o projeto LTS – suporte de longo prazo que não é administrado pela equipe de segurança do Debian assume para estender a vida útil de todos os lançamentos estáveis do Debian para (pelo menos) 5 anos. Então é isso. Até um breve encontro.

Sobre as referências do que foi escrito, segue alguns links para maiores detalhes:

https://www.debian.org/releases/index.pt.html

https://wiki.debian.org/DebianReleases

https://www.debian.org/devel/testing.pt.html

https://wiki.debian.org/LTS

https://wiki.debian.org/NvidiaGraphicsDrivers

https://www.linuxcapable.com/pt/how-to-install-or-upgrade-nvidia-drivers-on-debian-11-bullseye/

AFK

Modem Roteador Opticom DSLink 486 – Firmware alternativo

Modem DSLink 486 – Firmware alternativo desbloqueado

Olá pessoal, após alguns dias sem postar estou de volta.

A algum tempo tive que mudar de casa e a operadora me forneceu um modem/roteador padrão que ocasionava muitos problemas: configuração perdida, queda da conexão entre outros. Sem contar do mesmo ter o firmware bloqueado, reduzidos que impõe limitações. Depois de tantas ligações, aborrecimentos, técnicos das operadoras que iam até o local trocava por um outro modem/roteador do mesmo modelo e o problema continuava, resolvi tentar solucionar por minha conta.

Me lembrei que tinha um dispositivo em casa mais antigo e compatível com a tecnologia atual, porém, também com firmware bloqueado. Esse dispositivo é o Opticom DSLink 486, após muitas brincadeiras, dias e noites alterando e em busca de firmware alternativos, hoje esse roteador encontra-se funcionando perfeitamente e com mais liberdade. Ainda mais que as operadoras estão bloqueando algumas páginas através de seus DNS.

Caso tenha esse modem/roteador e deseja outro firmware, desbloqueado pela operadora e deseja se livrar de uma vez dos problemas rotineiros causados por modens padrões utilizados pelas operadoras, por favor entre em contato que nós conversamos.

O Opticom DSLink 486 possui uma porta USB desativada. Caso deseje utilizar basta comprar uma porta e soldar. Com a porta USB é possível utilizar outros serviços como modem 3G, servidor de impressão, servidor DLNA e servidor de arquivos, incluso nesse firmware.

AFK

DeaDBeeF – O melhor reprodutor de música para Linux

Há algum tempo estou em busca de um player como o Foobar (meu player favorito, porém disponível apenas para windows) que possui algumas características essenciais para de uso. Dentre elas posso citar: totalmente personalizável, estrutura por pastas e leve. Encontrei, testei e gostei do DeaDBeeF.

O DeaDBeeF é uma player leve como dito anteriormente leve, usa pouca memória ram, é escrito em Ce C++ totalmente customizável pois seu design é totalmente personalizável, possui vários plugins com recursos  extras, suporta uma gama enorme de formatos sem contar que é multiplataformas, possui versão também para Android.

Recursos do DeaDBeeF (longe de ter todos os recursos)

  • mp3, ogg vorbis, flac, macaco, wv / iso.wv, wav, m4a / mp3 (aac e alac), mpc, tta, cd áudio, e muitos mais
  • nsf, ay, vtx, vgm / vgz, spc e muitos outros formatos populares de chiptune
  • Tags unicode totalmente suportadas (tanto utf8 quanto ucs2)
  • Suporte à cuesheet (arquivos .cue), incluindo detecção / conversão de charset
  • Tela limpa e rápida usando GTK2 e GTK3, você escolhe o que mais gosta!
  • Nenhuma dependências do GNOME ou do KDE
  • Minimização para a bandeja do sistema, com controle de volume de rolagem, etc
  • Arrastar e soltar, tanto na playlist quanto em outros aplicativos
  • Controle a reprodução a partir da linha de comando
  • Para maiores informações sobre o recursos: http://deadbeef.sourceforge.net/about.html

Instalação

  • Arch Linux e derivados

sudo pacman -S deadbeef

  • Debian e derivados

#Instale Repositório PPA: sudo add-apt-repositorio ppa: starws-box / deadbeef-player

#Atualize o sistema: sudo apt-get update

#Instale o pacote do player: sudo apt-get install deadbeef

Depois de instalado personalize a sua maneira e use o melhor player para Linux para as minhas necessidades.

AFK

Mysql error após atualização: mysql Error on realpath() on ‘/var/lib/mysql-files

Após a ultima atualização do Mysql, (foi observado em outras distros também) pode ocorrer o seguinte erro: /usr/sbin/mysqld: Error on realpath() on ‘/var/lib/mysql-files’ (Error 2). Indo direto a que interessa, para a solução basta criar a pasta que o mysql ‘reclama’ ao iniciar, portanto, segue o comando:

sudo mkdir /var/lib/mysql-files

Erro sacaninha resolvido de forma infame.

AFK